segunda-feira, 28 de novembro de 2011

AEGB: CAMPEÃ BRASILIENSE DE BASQUETE SUB-14 ANOS EM 2011


Equipe goiana venceu a forte equipe do Lance Livre pelo placar de  72 a 40.

A Associação Esportiva Goiana de Basquete (AEGB) sagrou-se a campeã invicta do Campeonato Brasiliense de Basquete, categoria sub-14 anos, após vencer o Lance Livre, em jogo realizado na tarde do domingo, 27, no ginásio do Minas Brasília Tênis Clube. O fato é inédito e histórico: uma equipe de Goiás, campeã em outra unidade da Federação, no caso, o Distrito Federal.

















Os dois primeiros quartos foram os mais disputados. No primeiro, empate em 14 a 14. O segundo foi vencido pela equipe candanga por diferença de um ponto: 12 a 11. A partir do terceiro quarto, a AEGB deslanchou: 23 a 7 e 23 a 7. Placar final: 72 a 40. Apesar do placar elástico, o jogo foi ‘pegado’ o tempo todo, com ambas as equipes muito empenhadas tanto no ataque como no sistema defensivo, o que valorizou o espetáculo.

O forte esquema defensivo, com marcação pressão-quadra-inteira durante os quatro períodos do jogo foi um fator decisivo para a vitória elástica da AEGB – diferença de 32 pontos. Foram dezenas de bolas roubadas seguidas de contra-ataques fulminantes. Um exemplo da eficácia na defesa: no jogo anterior, classificatório à final, Gabriel Bonifácio, do Lance Livre (no detalhe, em foto abaixo), foi o cestinha com 20 pontos, a maioria convertidos por meio de 'infiltrações'. Neste domingo, ele encontrou uma marcação fechada e teve poucas oportunidades de fazer bandejas, convertendo apenas 8 pontos na partida.


Gabriel Bonifácio, do Lance Livre, desta vez
teve dificuldade para infriltrar,
diante de uma marcação fechada e focada da AEGB.
Ele converteu apenas 8 pontos na partida,
contra 20 de jogo anterior.




















A AEGB teve três atletas que pontuaram acima dos dez pontos: Alexandre Zamberlan, 22 pontos, Arthur Magnabosco, 16, e Leandro Simplício, 13. Guilherme Perini, com três arremessos de três e um lance livre, fez 10 pontos. João Leandro fez 07 pontos e Matheus Abrão, 04. Jogaram ainda pelo time goiano: Felipe Antunes, Guilherme Duarte, Pedro da Silva, Gilberto Neto e Douglas Tashiro.
Pelo Lance Livre, somente um jogador converteu mais de 10 pontos: Luiz Filho, com 11. Gabriel Bonifácio fez 8, Osvaldo Júnior, 6, Patrick Lins, 5, Luiz Barbosa, 3 pontos, enquanto João de Paula, Mateus Alves e Danilo Santos fizeram 2 pontos cada. Luiz da Silva fez 1 ponto. Jogaram ainda pelo time candango: Felipe Machado, João Oliveira e David Crossland.

Premiação e amor pelo basquete


Momento em que a torcida da AEGB ocupou a quadra para comprimentar os atletas.
 Terminado o jogo, a torcida da AEGB ocupou a quadra e comemorou junto com os atletas a vitória e o título de campeão. Em seguida, cada jogador do Lance Livre recebeu de seu pai ou mãe a medalha de prata. O capitão da equipe de Brasília, Gabriel Bonifácio, recebeu das mãos do Diretor Técnico da Federação de Basquete do Distrito Federal, Marco Serqueira, o troféu pela segunda colocação. Pais e mães de atletas da AEGB também premiaram seus filhos. O troféu de 1º lugar foi recebido pelo capitão Guilherme Perini, acompanhado de vários colegas de equipe. O diretor de seleções da FBDF, Ricardo de Oliveira também prestigiou o evento.


Gabriel Bonifácio recebe o troféu de vice-campeão,
das mãos do diretor técnico da FBDF, Marco Serqueira.


Atletas da AEGB, com o troféu de 1º colocado.























Após as premiações, num gesto que quase só o esporte propicia, jogadores e técnicos de ambas as equipes fizeram uma foto conjunta, “pelo basquete”, este esporte emocionante que agrega e encanta.

Atletas e técnicos da AEGB e do Lance Livre, juntos pelo basquete.
Torcidas, um show à parte

As torcidas da AEGB e Lance Livre fizeram um show à parte. A da equipe de Brasília, que em jogos anteriores mobilizou pouca gente, desta vez esteve presente com mais de 50 torcedores.

Com pouca presença em jogos anteriores, na final a torcida do Lance Livre
esteve numerosa.


A torcida da AEGB coloriu de amarelo e azul
a arquibancada do ginásio do Minas Brasilia Tênis Clube.




















A AEGB lotou um ônibus com 43 pessoas, um carro de passeio e mobilizou os moradores de Brasília que são parentes de alguns atletas, totalizando cerca de 55 torcedores. A diferença é que a AEGB coloriu a festa com bandeiras artezanais e balões amarelos e azuis (as cores do time), distribuiu pompoms aos torcedores e confeccionou instrumentos de som – como chocalhos feitos de latinhas de refrigerante e grãos de feijão. Um pai levou o seu ‘barulhento’ pandeiro.

FICHA TÉCNICA

AEGB
Atletas: Pedro da Silva, Felipe Antunes, Tales Marins, Guilherme Perini, Gilberto Aristeu Neto, Mateus Abrão, Leandro Simplício, Arthur Magnabosco, Guilherme Duarte, Douglas Tashiro, Lucas Campos, João Leandro e Alexandre Zamberlan.
Técnico: Tiago Magalhães
Assistente Técnico: Marcos Henrique Perini.

Lance Livre
Atletas: Felipe Machado, Osvaldo Dias Júnior, Danilo Santos, Renner Marinho, Giuliano Basto, Luís da Silva, Luiz Felipe Barbosa, Felipe Barbosa, Luiz Gilberto Filho, Patrick Lins, Gabriel Bonifácio, Artur Oliveira, João Oliveira e Gabriel Almeida.
Técnico: Marco Carvalho
Assistente Ténico: Felipe Millien

Arbitragem

Árbitro: Daniel Ferro
Fiscal: Achiles Alves
Apontadora: Fabíola Fonseca
Cronometrista: Guilherme Travassos
Operador de 24": Diego Paiva







GALERIA COM 150 FOTOS NO MEU PERFIL NO FACEBOOK. Acesse link:
 



Cerradania
Texto e fotos:
Cláudio Marques (M.T.E. 1534)
62 8543 3293
Email: cerradaniablog@gmail.com

4 comentários:

  1. Posto aqui o comentário do amigo e professor Paulo do CPMG Ayrton Senna. Uma honra para o Cerradania:

    "Parabéns para AEGB... como tem levado a sério o trabalho de base... esse resultado com certeza ´é reflexo da seriedade e compromisso com basquete! (disponível no link: https://www.facebook.com/paulinho.gyn08)

    ResponderExcluir
  2. Eduardo Kenzo Tashiro ( Japão )28 de novembro de 2011 18:20

    Parabéns a todos os atletas, orgulho de muitos pais, mães... Grande abraço a todos

    ResponderExcluir
  3. Cláudio, eu estava na torcida da Lance Livre, mas fiquei impressionado com a mobilização dos pais dos atletas da AEGB, que tem um ótimo time. Parabéns pelo trabalho! Como pai de atleta e assíduo frequentador de arquibancadas - especialmente quando meus filhos jogavam nessa faixa etária (hoje, o mais novo, que joga em nível competitivo, é sub-18) -, sei o quanto é fundamental esse apoio e o trabalho dedicado de pessoas como você. Abraço. Chico.

    ResponderExcluir
  4. Caro Chico, muito obrigado pelo comentário. Pode parecer mero discurso, mas minha torcida maior é para que o basquete como um todo cresça e volte a merecer da população um apelo que já teve no passado. Torço sim, pela AEGB, mas torço também pelos atletas do Lance Livre e demais times, de Goiás, do DF, do Brasil. Só com a massificação deste esporte retomaremos tempos áureos. Se puder, me mande informações e fotos sobre os jogos do seu filho que, com prazer, publicarei no Cerradania.
    E a você, Eduardo, minha homenagem por, mesmo à distância, não abrir mão do papel de pai, tão relevante no desenvolvimento de uma criança, no caso, "de ouro", como é o atleta Douglas Tashiro.

    ResponderExcluir